quinta-feira, outubro 24, 2013

Senhor disse a Elifaz, o temanita: A minha ira se acendeu contra ti... Jó 42:7

Sucedeu que, acabando o Senhor de falar a Jó aquelas palavras, o Senhor disse a Elifaz, o temanita: A minha ira se acendeu contra ti, e contra os teus dois amigos, porque não falastes de mim o que era reto, como o meu servo Jó. Jó 42:7
Jó tinha três amigos especiais: Elifaz, da região de Temã, Bildade, da região de Suá, eZofar, da região de Naamá. Eles ficaram sabendo das desgraças que haviam atingido o amigo e combinaram fazer-lhe uma visita na região de Uz, onde ele morava, para falar como estavam tristes pelo que lhe havia acontecido e para darem um pouco de consolo e ânimo (Jó 2.11). Mais tarde, outro amigo, Eliú, mais jovem que os outros, juntou-se a eles para fazer a mesma coisa (Jó 32.1-5). 



Porem, apesar das intenções de seus amigos serem boas, acabou afundando mais ainda, MAS Deus estava ao lado de Jô e os seus ouvidos estavam bem atentos às palavras predita das por estes homens, no fim o próprio Deus lhes chamou atenção.

Elifaz, de Temã
“Pense bem! [...] Suas palavras davam firmeza aos que tropeçavam; você fortaleceu joelhos vacilantes. Mas, agora que se vê em dificuldade, você desanima; quando você é atingido, fica prostrado” (4.3-5).

“Reflita agora: Qual foi o inocente que chegou a perecer? Onde os íntegros sofreram destruição? Pelo que tenho observado, quem cultiva o mal e semeia a maldade, isso também colherá” (4.7-8).

“Você sufoca a piedade e diminui a devoção a Deus” (15.4).

“O ímpio sofre tormentos a vida toda” (15.20).

“Você agitou os punhos contra Deus e desafiou o Todo-poderoso, afrontando-o com arrogância, com um escudo grosso e resistente” (15.26).

Bildade, de Suá
“Até quando você vai falar desse modo? Suas palavras são um grande vendaval!” (8.2)

“[Assim como o papiro mal cresce e, antes de ser colhido, seca-se, mais depressa que qualquer grama] esse é o destino de todo aquele que se esquece de Deus” (8.13).

“Quando você vai parar de falar? Proceda com sensatez, e depois poderemos conversar” (18.2).

“A lâmpada do ímpio se apaga, e a chama do seu fogo se extingue” (18.5).

“A calamidade tem fome de alcançá-lo; a desgraça está à espera de sua queda e consome partes da sua pele” (18.12).

Zofar, de Naamá
“Ficarão sem resposta todas essas palavras? Irá confirmar-se o que esse tagarela diz? Sua conversa tola calará os homens?” (11.2-3)

“O tolo só será sábio quando a cria do jumento selvagem nascer homem. Contudo, se você lhe consagrar o coração e estender a sua mão para ele; se afastar das suas mãos o pecado e não permitir que a maldade habite em sua tenda, então você levantará o rosto sem envergonhar-se; será firme e destemido.” (11.12-15.)

“[Você] tem oprimido os pobres e os tem deixado desamparados; apoderou-se de casas que não construiu” (20.19).

“Certo é que a sua cobiça não lhe trará descanso e o seu tesouro não o salvará. Nada lhe restou para devorar; sua prosperidade não durará muito” (20.19-21).

“Uma inundação arrastará a sua casa. [...] Esse é o destino que Deus dá aos ímpios” (20.28-29).

Eliú, o jovem
“Neste mundo não há ninguém como Jó, para quem é tão fácil zombar de Deus como beber um copo de água. Ele anda com homens maus e se ajunta com gente que não presta” (34.7, NTLH).

“Se você não aceita o que Deus faz, como espera que ele faça o que você quer?” (34.33, NTLH.)

“Jó é pecador, um pecador rebelde. Na nossa presença, zomba de Deus e não pára de falar contra ele” (34.37, NTLH).

“Jó, você não tem o direito de dizer que para Deus você é inocente” (35.2, NTLH).

“Não adianta nada continuar o seu discurso; você fala muito, porém não sabe o que está dizendo” (35.16, NTLH).

“Você está sofrendo por causa da sua maldade; cuidado, não se volte para ela!” (36.21, NTLH.)

Deus cobrou dos seus amigos, por tudo que fizeram a Jó, mas  não os odiou ao contrario intercedeu a Deus por eles...

Tomai, pois, sete bezerros e sete carneiros, e ide ao meu servo Jó, e oferecei holocaustos por vós, e o meu servo Jó orará por vós; porque deveras a ele aceitarei, para que eu não vos trate conforme a vossa loucura; porque vós não falastes de mim o que era reto como o meu servo Jó.
Então foram Elifaz, o temanita, e Bildade, o suíta, e Zofar, o naamatita, e fizeram como o Senhor lhes dissera; e o Senhor aceitou a face de Jó.
E o Senhor virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o Senhor acrescentou, em dobro, a tudo quanto Jó antes possuía.

Jó 42:8-10

Bibliografia: Revista Ultimato e Biblia sagrada.

PREGAÇÃO SOBRE A VIDA DE JÓ, ASSISTA:



Nenhum comentário:

Postar um comentário