sexta-feira, agosto 10, 2012

Não Nascemos prontos!



Somos frutos daquilo que experimentamos. Vivemos uma vida de renovação e aprendizado, o sempre surpreendente Guimarães Rosa dizia:

“o animal satisfeito dorme” e a pessoa que se acomoda ficando satisfeito com sua condição momentânea nunca terá o desejo de experimentar algo novo, uma nova visão critica das situações que ocorrem ao seu redor, o sábio Rei Salomão disse; Sabedoria adquirirei; mas ela ainda estava longe de mim. Eclesiastes 7:23
Apesar de possuir uma sabedoria invejável por muitos, Salomão considera que ainda não estava pronto e chega à conclusão que o homem acomodado possui um desejo que o mata, sua mão porque sua mão recusa trabalhar, buscar conhecimento, ter disposição.    

Os jovens de hoje, por exemplo; fazem parte da geração “Y”. Eles querem tudo muito rápido, como num caixa eletrônico, entendem que dinheiro sai fácil das máquinas. Mas não conhecem o processo anterior….muito suor, muito trabalho, muito esforço!
Se tudo na vida fosse tão fácil, a tecnologia não precisava ter demorado tanto para ser descoberta, o homem não precisaria criar nem inovar, pois tudo já estaria à disposição e a vida costumeira logo se torna enfadonha e cansativa.

Durante apresentação de uma palestra para jovens de uma igreja, aproveitei o tempo oportuno em que todos que me ouvia, para incentivar a seguirem em frente com seus sonhos e projetos, utilizando de um texto Bíblico escrito por Salomão que disse;
Voltei-me, e vi debaixo do sol que não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a batalha, nem tampouco dos sábios o pão, nem tampouco dos prudentes as riquezas, nem tampouco dos entendidos o favor, mas que o tempo e a oportunidade ocorrem a todos. Eclesiastes 9:11

Salomão termina seu pensamento dizendo que houve uma pequena cidade em que havia poucos homens, e veio contra ela um grande rei, e a cercou e levantou contra ela grandes baluartes, um sábio pobre que não era guerreiro nem filho de guerreiro, livrou aquela cidade, na lógica ele não estava pronto para a guerra, mas vence o grande desafio preposto diante dele, conclui-se então: Melhor é a sabedoria do que a força.

Nenhum comentário:

Postar um comentário